Você pode beber álcool com antibióticos

Certamente médio de cada habitante de nosso país, pelo menos uma vez esteve fármacos antibacterianos. Dados meios de curar muitas doenças, que vão desde a inflamação da pele e até infecções dos órgãos internos. Muitas vezes, os antibióticos prescritos, mesmo para crianças. Já desde tenra idade, uma pessoa familiarizada com este antimicrobial meio.

Muitos sabem que o álcool durante a antibióticos beber não é possível. Surge a questão principal: por que? É isso que será discutido neste artigo. Você também vai aprender sobre os efeitos que pode causar a ingestão de álcool após a antibióticos. O que fazer no caso, se você planeja um evento de férias e há a necessidade de receber antimicrobiais de dinheiro?

A proibição de mistura de antimicrobianos com etanol: a lenda

antibióticos

Ainda em tempos distantes foi introduzida a proibição na combinação de bebidas alcoólicas e de tratamento. No momento em que teve lugar em massa de infectar homens e mulheres de doenças sexualmente transmissíveis. Os médicos medo de seus pacientes relatam que o uso até mesmo de uma pequena quantidade de etanol fará o tratamento ineficaz.

Essa informação foi distribuído apenas com um objetivo. A equipe médica só temia que o homem, tendo um pouco de "peito", mais uma vez deixar todos os graves e começa a procurar uma aventura. E, de fato, a vida sexual durante o tratamento foi permitida. Depois disso, na mente das pessoas, surgiu a instalação é relativamente fato de que o álcool depois dos antibióticos consumidos é absolutamente impossível. Na verdade, o que não é tão assustador.

Então, por que não é possível antibióticos com álcool?

A resposta a esta questão pode dar qualquer qualificado medic. Há uma série de médicos antimicrobianos, o que é expressamente proibido beber junto com etanol. E não é que o tratamento é ineficaz. A resposta à pergunta sobre por que não é possível antibióticos com álcool, vários. E todas as razões boas o suficiente.

A falta de efeito terapêutico

Esta é uma conseqüência simultânea de recebimento de etanol com antimicrobianos meios é o mais inofensivo. As moléculas de agentes antibacterianos medicamentos, entrando no corpo da pessoa, se ligam a proteínas, em função de quais atuam patogênicos.

Depois de tomar uma dose específica de bebidas alcoólicas, várias proteínas modificadas. Muitas substâncias antibacterianas neste caso, entram em reação com etanol. Quando este tratamento é simplesmente ineficaz e inútil. Vai que uma pessoa bebe medicamentos, "envenena" o seu corpo, e o sentido de este não há. Depois deste tratamento médico forçado a atribuir um novo curso outros antibióticos. Assim, pode durar muito tempo.

Carga de trabalho do fígado

Combinando o álcool e os antibióticos, o impacto pode esperar muito desagradáveis. Certamente todo mundo sabe que o fígado em nosso corpo atua como um chamado de filtro. É através deste órgão passam todos os medicamentos e deixam o seu negativo.

O álcool contribui para a destruição do fígado. Durante o tratamento antimicrobianos drogas isso é especialmente importante. Muitas vezes, a pessoa começa a se queixar de dor na região do fígado e amarelamento das mucosas. Vale a pena ressaltar que a doença hepática é a hepatite. Se o órgão doente, isso afeta o estado de todo o organismo humano. Se você quer evitar este efeito negativo, então vale a pena o uso de álcool após a antibióticos (quando eles estão totalmente retirado do corpo). Normalmente, o tempo é sempre indicado no manual de instruções.

Se, simultaneamente, o uso de álcool e de antibióticos, as conseqüências podem ser expressas na forma de meio de sucção substância activa. Depois de tomar a droga, ele entra no estômago, e a partir daí para o intestino. É nesse lugar e melhore a absorção de antimicrobiais de fundos.

O álcool também tem algum efeito sobre o estômago e os intestinos. Depois de tomar a dose de etanol se intensifica a circulação do sangue, devido à expansão dos vasos sanguíneos. Também produtos alcoólicos promove um aumento do peristaltismo. Muito grandes doses de etanol pode causar diarréia e distúrbios digestivos. Tudo isso contribui para a rápida eliminação de antibióticos a partir do corpo. Devido a esse processo de tratamento pode ser defeituosa.

Especial de reação

Se beber em paralelo o álcool e os antibióticos, as conseqüências podem ser as mais inesperadas. Alguns medicamentos podem causar um especial de reação. Vale ressaltar que estas informações sempre indicado na embalagem. Se você encontrou na contra-indicações o uso de etanol, então vale a pena prestar atenção a esta direção. Essa reação pode se manifestar das seguintes sintomas:

  • náuseas e vômitos não satisfaz a facilitar;
  • dores de cabeça, que não permitem que até mesmo conversar;
  • o aumento da temperatura e calafrios;
  • convulsões ou coma;
  • são letais.

Esses sintomas podem ocorrer após a ingestão de um copo de cerveja ou de vinho. É por isso que é abster-se de a toma simultânea de álcool e antimicrobianos.

O surgimento de alergias

compatibilidade de álcool e de antibióticos

Se combinar álcool e antibióticos, os efeitos podem se manifestar na forma de uma inesperada reação alérgica. Muitas vezes fármacos antibacterianos são liberados pintadas cápsulas. Também muitos tipos de bebidas que contêm etanol, têm uma cor específica. Em conjunto, estas substâncias podem causar completamente reação inesperada. Mais frequentemente do que a alergia se expressa na forma de urticária: uma pessoa começa a coçar, espirrar, está coberto de manchas vermelhas.

Essa reação é força mudar de método de tratamento e recusar deste item as substâncias. Quando o médico diz seguintes fatos: o tratamento não é completado, o corpo ainda tem uma infecção bacteriana, há a necessidade de desenvolver a recepção de alternativas de medicamentos após o desaparecimento de uma reação alérgica.

Como combinar álcool com antibióticos, sem consequências

Se você tem planejado para eventos de gala, bem como o tratamento prescrito, é necessário calcular corretamente o tempo. Talvez, há o sentido de adiar a recepção de antimicrobianos ou fazer mais seguros meios. Após o evento você pode seguramente aguardar até a completa excreção de etanol a partir do corpo e começar o tratamento.

Quando você álcool depois de antibióticos

Cada medicamento contém na embalagem instrução. Você deve saber antes de iniciar o tratamento. Leia atentamente o item que informa sobre o tempo de excreção de medicamentos do organismo. Por favor, note que há um tempo de semi-vida. Ele não é adequado. O álcool pode ser consumido somente depois que a substância será finalmente exibida a partir do corpo. Calcule, quando uma substância se tornará inativo. Logo após isso, pode ser consumido álcool, sem medo do que vai acontecer inesperada reação.

Descrição resumindo e recomendações

Agora, você já sabe sobre o álcool, quando os antibióticos. Muitas pessoas afirmam que relataram ter consumido bebidas, em simultâneo com a antimicrobianos meios, e não ocorreu nenhuma complicação. Pode-se dizer que apenas a sorte. Nem sempre a falta de reação de uma pessoa garante semelhante ao resultado de outro.

Siga as recomendações do seu médico. Pergunte a ele, pode-se combinar atribuído ao tratamento com o consumo de álcool. Em caso de proibição deve abster-se de bebidas alcoólicas. Vale ressaltar, que o tratamento anti-bacteriana meios, não é atribuído por um longo tempo. Mais frequentemente do que o curso de recepção é de três dias a uma semana. Não é por muito tempo. Pode ser bastante paciente e não consumir alcoólicas produtos durante o tratamento. Deus os abençoe!

29.09.2019