Quais as consequências provoca o diário de abuso de álcool

Cada pessoa, diariamente use bebidas alcoólicas, inevitavelmente, torna-se alcoólatra. O quão rápido ele é beber – depende de vários fatores: sexo, idade, peso, estado de saúde e a presença de co-morbidades. Infelizmente, quase todos os alcoólatras crônicos perturbado o normal funcionamento de órgãos e sistemas, que muitas vezes é fatal.

Alcoólatras morrem ou de uma overdose de álcool, ou de graves lesões no coração, fígado, cérebro, rins e outros órgãos vitais. Infelizmente, a causa da morte muitas vezes, tornam-se o suicídio, cometido em estado de embriaguez. Neste artigo você vai aprender não só sobre os perigos do álcool, mas também sobre quantos vivem alcoólicos anônimos, que eles normalmente ficam doentes e quais as doenças mais frequentemente morrem.

O alcoolismo

Fato! De acordo com as estatísticas, a média de expectativa de vida de um alcoólatra é 48-55 anos. Muitos bêbados morrem em idade mais jovem de uma overdose de bebidas alcoólicas.

Como o álcool afeta o corpo

Todos sabem que o consumo regular de bebidas alcoólicas faz com que a formação de dependência física do álcool. Homens e mulheres que estão acostumados a beber diariamente, mesmo uma pequena quantidade de cerveja, vinho ou vodka, já não podem recusar isso. Geralmente, com o tempo, eles começam a beber mais e mais. Forçar essas pessoas a abandonar o álcool é inútil – curá-las só é possível através do uso de drogas ou psicoterapêutica de codificação.

O álcool etílico é tóxico, o que é prejudicial para o organismo, a substância, a essência, que é o veneno. Entrando no trato gastro-intestinal, ele é rapidamente absorvido mucosa da cavidade oral, do esôfago, do estômago e do intestino. A partir daí o álcool penetra no sangue e é lançada com ela por todo o corpo. No entanto, ele não só provoca uma sensação de euforia, mas causa danos sérios.

De longa duração e consumo de bebidas alcoólicas intoxicação leva à morte um grande número de células nervosas, hepatócitos, provoca a aglutinação dos glóbulos vermelhos. Tudo isso implica a hipóxia e necrose (destruição) de tecidos de vários órgãos, causando o rompimento de seu funcionamento normal. Você alcoólico de desenvolver doença grave, que eventualmente podem reduzir significativamente o tempo de sua vida.

Os mais notáveis conseqüências do alcoolismo:

  • a desaceleração dos processos de pensamento, perda de memória e de concentração, diminuição da capacidade de trabalho;
  • inchado rosto, o aparecimento de inchaço no rosto e quaisquer outras partes do corpo;
  • a deterioração da aparência da pele, o ressecamento do cabelo, da fragilidade das unhas, rugosidade da voz da mulher;
  • a respiração pesada, é possível o aparecimento de falta de ar e tosse;
  • significativa redução da imunidade, resultando em aumento da susceptibilidade a doenças infecciosas;
  • consumo de bebidas alcoólicas a degradação da personalidade, que consiste em um estreitamento do círculo de interesses, problemas na comunicação com os entes queridos, perda de interesse de nada, exceto da bebida.
Um alcoólatra

É sabido que algumas pessoas podem beber ao longo dos anos, para viver uma vida completa, sentindo-se relativamente bem. Isto pode explicar a boa hereditariedade e resistente à ação do etanol. O fígado dessas pessoas será capaz de quebrar e saída de álcool, o que significa que podem bêbado muitos anos. No entanto, eles ainda são surpreendidos com os órgãos internos, e o seu estado de saúde é difícil de ser chamado de ideal.

As conseqüências de consumo diário de álcool

Se uma pessoa bebe ao longo de um longo período de tempo–, torna-se perceptível até mesmo estranhos. No entanto, a embriaguez crônica impõe a impressão digital não é apenas a aparência de um alcoólatra. Junto com isso, as mudanças ocorrem em praticamente todos os órgãos internos. No começo, pode não manifestar-se, no entanto, já alguns anos mais tarde, a saúde visivelmente pior. Pode-se evitar isso depende da própria pessoa.

Os alcoólatras crônicos têm, muitas vezes, sofrem de transtornos mentais. Eles muitas vezes se desenvolvem de bebidas alcoólicas psicoses - as alucinações, paranoids, o delirium tremens, bebidas alcoólicas delírio de ciúme, Korsakov a síndrome. Tais pessoas se tornam inadequadas, mesmo sóbria, o que é muito perigoso para eles mesmos e para os outros.

Efeitos a longo prazo diário do alcoolismo:

  • O fígado, com a conseqüente violação de sua desintoxicação função, necrose hepatócitos, o desenvolvimento de hepatite, cirrose e fibrose. O fígado torna-se incapaz de limpar o sangue de álcool etílico e produtos nocivos do metabolismo. Devido a isso, quase todos os órgãos do homem começa a sofrer constante exposição a toxinas prejudiciais.
  • Os transtornos mentais e neurológicas. Em alcoólatras, pode desenvolver-se de álcool encefalopatia, demência, epilepsia, polineuropatia ou outros neuropsiquiátricos violação. Isso acontece, inevitavelmente, se a pessoa tempo vai beber álcool a cada dia.
  • Mau funcionamento do sistema digestivo. Em alcoólatras ocorre o aumento da atividade da glândula salivar, devido a que eles produzido quantidade excessiva de saliva. Muitas vezes ocorre de indigestão, azia ou outro desconforto. É possível o aparecimento de gastrite, úlceras, pancreatite. Muitos desenvolvem câncer de estômago, esôfago ou da cavidade oral.
  • Disfunção sexual. Nos homens, abusar do álcool, diminui a libido, perdeu o desejo sexual e auto-confiança. Deve notar-se que a sistemática de embriaguez muitas vezes leva à impotência. Quanto aos bebedores de mulheres – elas muitas vezes são diagnosticados infertilidade.

Os alcoólatras crônicos sempre problemas no trabalho, na família e círculo de amigos. Suas deixa de querer saber qualquer coisa exceto bebidas alcoólicas. Isso muitas vezes leva à demissão, frequentes brigas com a família, o divórcio, a perda de contato com os amigos, a negação de favoritos hobbies e passatempos. O círculo de comunicação bêbados drasticamente diminuído. Como regra geral, todo o tempo que eles passam com alcoólatras.

Quanto mais álcool uma pessoa bebe todos os dias – o mais rápido ele degrada. Deve-se notar que, em virtude de características fisiológicas, mulheres beber demais muito mais rápido que os homens. Se nos últimos podem beber um pouco de tudo ao longo dos anos, o sexo se tornam alcoólicos depois de 2-3 anos. E livrar-se da dependência alcoólica-lhes muitas vezes mais complexo do que os homens.

Quantos vivem ao alcoolismo

Muitas pessoas estão se perguntando o álcool encurta a vida. Uma resposta definitiva para dar difícil, afinal cada organismo a sua maneira, reage sobre o impacto do álcool etílico. Quanto tempo vivem bêbados – depende de vários fatores. De grande importância é a qualidade e quantidade de usado álcool. As pessoas, beber diariamente natural, um copo de vinho tinto, podem viver os próximos anos, mantendo o bem-estar. E aqui estão os rostos, os bebedores de vodka barata, o luar ou outros produtos com álcool, não concebidos para uso interno, correm um grande risco de morrer, não só da lesão de órgãos internos, mas também de intoxicação aguda.

De acordo com as estatísticas, vive um alcoólatra em média, até 48-55 anos. E bêbados em constante bêbado, mulher e pessoa, começou a abusar de álcool em tenra idade, morrem muito mais cedo do que aqueles que são cuidadosamente monitora a quantidade de beber. O risco, das pessoas que estão no último estágio de dependência de álcool. Como regra, eles não vivem mais de 6-7 anos e morrem de doenças graves.

As causas mais freqüentes de morte de alcoólatras:

O comportamento lascivo
  • o câncer, perfurado úlcera gástrica ou 12-duodenal do intestino;
  • hepatite alcoólica, cirrose e fibrose hepática;
  • obstrução intestinal;
  • isquêmicos ou hemorrágicos derrames, paralisia;
  • miocardiopatia, infarto do miocárdio, a súbita morte coronária;
  • neoplasias malignas de mama e órgãos genitais femininos;
  • aguda ou crônica alcoólica, pancreatite;
  • espontânea a morte durante o sono;
  • o suicídio cometido em estado de embriaguez.

Bêbados podem morrer e em idades mais precoces. Por exemplo, as pessoas 35-45 anos, muitas vezes, morrem de intoxicação com álcool etílico. No showdown, os patologistas diagnosticada afiada alcoólicas envenenamento. Bêbada os jovens, muitas vezes, entra em luta, comete assassinatos ou suicídios.

Fato! A morte de um homem pode até levar uma única vez o uso de grandes quantidades de bebidas alcoólicas. Mortal dose é considerado 450-500 ml de álcool puro ou um e meio litro de vodka. É muito perigoso e intoxicação patológica que surge depois de beber um pouco a quantidade de bebidas alcoólicas.

22.09.2018