Danos do álcool no corpo humano: o tipo de dano é aplicado o corpo?

O álcool é um composto químico, a base do que é o álcool etílico.

A ciência é conhecido há muito tempo, o impacto de soluções à base de álcool de conexão no tecido do corpo humano. Além disso, o uso prolongado de bebidas alcoólicas afeta a atividade mental.

prejudicial de álcool

De acordo com dados recentes de estudos clínicos, mesmo uma pequena quantidade de álcool leva a reestruturação e a morte das células do cérebro.

Para além disso, o abuso de álcool – o problema não é individual, mas social. Muitas vezes, as pessoas em estado de embriaguez trazem danos a saúde física e psicológica dos que o cercam.

De acordo com as estatísticas, a maioria dos acidentes ocorre com a participação do condutor em estado de embriaguez.

O abuso de bebidas alcoólicas, infelizmente, hoje em dia constituem um "flagelo" da sociedade moderna. Se antes acreditava-se que as pessoas que bebem têm necessariamente de baixo status social, no momento em que este doença afeta todas as camadas da sociedade.

Um efeito colateral do beber de bebidas alcoólicas estupendo. Quando o trato gastrointestinal, o álcool é dividida em moléculas e entra na corrente sanguínea.

Com o choque do sangue de bebidas alcoólicas, as moléculas se espalham por todo o organismo e alcançam todos os órgãos e sistemas.

O fato interessante é que o álcool penetra através de todas as condições fisiológicas do tecido barreiras.

Devido a suas altas propriedades hidrofílicas, o álcool, com a facilidade de penetrar a barreira hemato-encefálica e entra na substância do cérebro, onde e disparado a intoxicação e a intoxicação.

Muitos se perguntam sobre o que é prejudicial se o álcool em conjunto com o tabagismo.

A nicotina e etanol são absolutamente incompatíveis substâncias para os tecidos do corpo. Eles competitiva afetam as células vermelhas do sangue, que contêm a hemoglobina. A hemoglobina é a entrega de oxigênio no tecido.

Devido à co-efeitos a hemoglobina perde sua função e se desenvolve hipoxemia e hipóxia tecidual.

Novamente, em primeiro lugar, sujeitos à influência do tecido cerebral.

O sangue sob a influência da nicotina e ao álcool cresceu e aumenta a capacidade, no qual aparecem os coágulos de sangue. Em pacientes álcool, o vício, muitas vezes desenvolvem uma variedade de tromboembolismo.

Prejudicial de álcool para o corpo humano

É extremamente sensível aos efeitos do álcool moléculas de fígado. Ela é fisiológico filtro que limpa o sangue de toxinas perigosas. Limpando o sangue de bebidas alcoólicas moléculas, ela "aceita" o impacto em si. Ao longo de abuso, hepáticas ativas as células começam a morrer.

A excreção do álcool participam do rim, assim, eles também são afetados por assassino a influência do álcool.

No grupo de risco incluem-se, também, os órgãos do sistema cardiovascular, os órgãos do aparelho digestivo, assim como eles são os primeiros a assumir um "golpe" contra o consumo de bebidas alcoólicas, de homens e mulheres órgãos sexuais, ao nascer tecido nervoso. A carga sobre o coração enorme, muitas vezes, alcoólatras sofrem de patologia cardíaca.

Bebidas alcoólicas não se aprende com a ajuda especializada de reações bioquímicas de oxidação. Quanto mais uma pessoa usa o álcool, maior o desgaste mecanismos de oxidação, mais paciente com vontade de beber.

Alcoolismo (dependência de álcool) começa com a fenômenos de curto prazo de uma amnésia, ou seja, a perda de memória. Inicialmente, a memória é perdida para o período sob a influência de álcool, no futuro, apagando eventos significativos na vida de uma pessoa.

Tudo isso devido à morte das células especializadas do cérebro, associados a diferentes funções.

Como as moléculas de etanol possuem uma gama de lipofílicas de oportunidades, que com o fenômeno de difusão passiva penetrar no tecido do cérebro. O cérebro é um celular substrato, o fundamento de que são os lipídios. Isso significa que uma maior percentagem da composição bioquímica do cérebro – os ácidos graxos. Dividir-los, bebidas alcoólicas, as moléculas levam à progressiva destruição do cérebro e rápida para o desenvolvimento de encefalopatia e de retardo mental.

os sintomas

O perigo é que esses processos esticada ao longo do tempo. Inicialmente, a ingestão de álcool provoca euforia de pacientes: traz o imaginário de felicidade, diversão, mais fácil de esquecer os problemas. Mais tarde, quando se formou a dependência, começam a morrer células do cérebro.

Após a saída de toxinas no sangue de todos "atenção" entra fígado. Hepatócitos, por sua natureza, não têm a capacidade de filtrar é a quantidade de álcool.

Da sobrecarga eles começam a morrer, e em seu lugar se desenvolve funcionalmente inativa tecido conjuntivo. Esse processo é chamado de fibrose do fígado, ele é conseqüência do ativo hepatite alcoólica.

Além disso, por causa da constante de álcool de carga, formado a esteatose fígado, ou seja, o check-in autoridade de tecido gorduroso.

Insuficiência do fígado, crescimento em meio a hepatite alcoólica, leva ao aumento das enzimas hepáticas no sangue, o que também é perigoso para o cérebro, como o próprio álcool.

A combinação de álcool e drogas

O etanol é uma substância com expressa farmacocinética.

O álcool também é um medicamento e se refere a um grupo ao ar livre anti-sépticas de fundos.

A interação com medicamentos de outros grupos, pode exercer a ter um impacto negativo sobre o corpo. Os seguintes grupos de medicamentos entram em um ativo para a reação com o álcool:

  1. Em combinação com a ingestão de ácido acetilsalicílico e outros não-esteróides anti-inflamatórios, o etanol pode provocar ulcerativa doença do estômago e 12-duodenal do intestino.
  2. Se tomar álcool em conjunto com o tônicas substâncias como a cafeína, poderá detectar hipertensos de uma crise hipertensiva.
  3. A recepção conjuntamente com diuréticos provoca uma queda acentuada da pressão sanguínea, é extremamente difícil lidar com isso, transfere o rim, assim como a queda de pressão em todo o corpo pode causar insuficiência renal aguda.
  4. A mais perigosa combinação de álcool com paracetamol e contenha suas drogas, esse complexo pode causar fulminante hepatite, que clinicamente se manifesta crescente sintomatologia insuficiência hepática, literalmente, por noite, perde-se a função do fígado, o paciente entra em coma e morre.
  5. As drogas psicotrópicas em combinação com o álcool potencie o seu efeito e podem levar ao desenvolvimento de coma e morte.
  6. Fármacos antibacterianos podem retirar-se, sob a influência do etanol e, portanto, o tratamento pode não ser eficaz.

Além disso, deve-se lembrar que os nitratos não são aceitos com álcool, porque a dor provocada pode se intensificar.

Do que nocivo de álcool para a bioquímica do organismo?

O ponto de aplicação de álcool intoxicação é a substituição competitiva de vitamina B1. A vitamina B1 é a tiamina, que é essencial para o organismo, em especial, para a atividade cerebral.

Ocorrer uma violação de compartilhamento de carboidratos, como resultado disso, a glicose não entra na substância cerebral devido a quantidade.

A necessidade de nutrição cerebral aumenta.

Também, a falta de tiamina provoca a acumulação de produtos metabólicos nas células. Isso causa a fadiga do corpo.

Constante embriaguez chama a absoluta insuficiência de tiamina no organismo. Essa condição é chamada de síndrome de Korsakov e inclui os seguintes sintomas:

  • parciais paresia e paralisia membros;
  • a violação de posturas e outras funções;
  • a violação da consciência;
  • amnésia;
  • indomável vômitos náuseas;
  • violação da graciosa e da visão, paralisia oculomotora muscular.

O estado é extremamente grave para o homem, pode ser fatal ou deficiência.

O dano de etanol para homens e mulheres

Devido a seus efeitos negativos do álcool indesejável de comer para os homens.

Os seguintes efeitos secundários ocorrem em sexo forte ao abuso de álcool:

  1. Psíquica e social desorientação. Um homem sob a intoxicação do álcool perde o controle de sua atividade mental, o que é extremamente prejudicial para a sua vida social.
  2. Ressaca a síndrome ocorre com mais freqüência em indivíduos do sexo masculino.
  3. Violação de atividade cerebral.
  4. A violação da função sexual.
  5. E ejaculação.
  6. A violação da conceição devido a admissão de um grande número de etanol para os testículos.

Do consumo regular de cerveja de homens que se desenvolve a ginecomastia (crescimento e desenvolvimento da mama), em conexão com o aumento do nível de hormônios sexuais femininos.

tratamento

O maior perigo é o fato de que a versão feminina do alcoolismo não é tratada. As mulheres são mais de 90 por cento não são suscetíveis de codificação.

A garota, começando a beber de uma vez, ainda em tenra idade, perde o auto-controle sobre a sua atividade mental por alguns anos.

O mais perigoso começar a beber pessoas do sexo feminino na adolescência. É o tempo em que é formado mental, a consciência da mulher, de seu estatuto social, bem como um instinto maternal. Resumidamente falando, as mulheres, cedo começou a beber, absolutamente perdem a auto-estima.

Segundo as estatísticas, a maioria dos primeiros atos sexuais e de gravidezes indesejadas ocorre sob o efeito de álcool. A este respeito, e crescer a nível de doenças sexualmente transmissíveis, aborto e o número de crianças abandonadas e as famílias monoparentais.

Nenhum benefício de abuso de álcool não traz saúde reprodutiva da mulher. Muitas vezes, é por causa de etanol prejudicada função dos ovários e as mulheres não podem conceber e entregar saudável do feto.

05.12.2018